BLOGGER TEMPLATES AND TWITTER BACKGROUNDS »

Keep Going!

segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

[Título modificado]



Eu me sinto um pouco confusa. Primeiro tenho de informar que jaquei daquele dia em diante. Bom, jacar não é a palavra, mas comi normalmente. A única atitude que tomei para o emagrecimento foi a caminhada de duas horas do trabalho pra casa, no sábado.
Eu não sei explicar como me sinto. É um grande nada. É tristeza, mas não de verdade. É a falta de tudo, de tristeza, de raiva, de angústia, de emoção. Saudade. Vazio.
Eu tenho me sentido sozinha. É fato que há anos venho vendo as pessoas indo embora, mas isso me atinge cada vez mais. E os golpes são como extrações, não facadas: na facada algo entra dentro de vc. É mais como se meus membros e orgãos internos, pedaços de mim, estivessem sendo decepados.
Então isso causa a falta de sentimentos e sensações, pq são pedaços de mim que vão. E eu não posso recuperar.
Isso só me atingiu efetivamente ontem, ao ver uma lista no facebook de uma amiga (ou antiga amiga eu diria), onde ela listava os seus 10 melhores amigos. Eu não estava entre os 10. E ela já me tratou por irmã e tudo.
Uma vez "ele" disse (umas poucas semanas atrás) que de fato, não é que ela não goste de mim ou não se importe comigo, mas é a vida, as pessoas se afastam.
Bullshit. Pelo menos foi oq eu pensei e sempre disse, e não é oq eu faço tb?
Não, não, eu digo a mim mesma. A diferença agora é que, quando as pessoas se afastam, eu não luto mais pra que voltem. Eu deixo q vão, pq sei que não conseguem mais comigo, ou eu não lhes interesso mais, e digo como elas "foi a vida". Mas é mentira. Pois se no fundo sei que, não importa a distância ou o fato de elas não falarem comigo, eu as amo imensamente, e nunca teria deixado-as ir se pudesse. Digo a mim mesma que respeito seu desejo de partir, mas a verdade é que sei que não querem ficar e tenho medo da humilhação. Pois se todas deixaram de falar comigo, foi quando as deixei ficar em silêncio depois de breves conversas constrangidas.

Bunny: Oii
Bunny: Tudo Bom??
A.: Oi, querida! Tudo bom, e vc?
Bunny: Bem, bem...
A.: Que bom.
(seguem aí umas 3 tentativas infrutíferas minhas de estabelecer uma conversa como antigamente, até que desisto)

E eu poderia lutar, gostaria, pq ter de volta a amizade sincera e prioritária daquelas pessoas seria como ter de volta o melhor tempo da minha vida, que mesmo não tendo sido perfeito, foi melhor doq agora (mesmo que à época eu achasse que não poderia piorar).
Mas eu sei que não dá pra voltar no tempo.

Mas eu quero tanto! Eu desejo isso tanto que dói. Eu desejo que que se preocupe e -sim, eu quero - que se culpe, pq eu estou morrendo por ele. Ele já fez isso antes.
É como se depois de uma tempestade, todos estivessem sentados ao sol curtindo a bonança, menos eu. No meu mundo tudo continua cinza e morto.
Então, veio a primeira idéia:
Vou me matar.
Claro, a mais simples. E ligar pra ele dizendo: "é sua culpa".
Mas não, eu não consigo. Ele não ia se culpar pra sempre. Mas mesmo que se culpasse, teria alguém q ficaria com mais pena dele e faria de tudo pra faze-lo feliz.
E além disso - me ocorre em seguida - é isso mesmo que quero ser? A pessoa que arruina vidas? Não que minha vida faça diferença, mas minha morte seria um problema pra algumas pessoas, mesmo que fosse um alívio pra maioria - incluindo eu mesma. Não, eu não consigo, e me dou um monte de motivos, mesmo sabendo que são todos embustes.
O que me surpreende - eu quero que ele seja feliz. É por isso que me esforço em não incomoda-lo com isso tudo, mesmo sabendo que ele seria cortês o suficiente pra ouvir e tentar aconselhar.
Mas quando eu me lembro... sim, ele foi decente comigo. Eu sei que foi. Ele nunca me disse que me amava ou que algum dia amaria. Ele me chamou de irmã infinitas vezes e sempre se disse preocupado com minha depressão constante. E não duvido. Ele sempre foi, no geral, uma pessoa decente. Tão decente quanto conseguia ser. Um bocado cafajeste em alguns casos, mas a maioria não me envolveu.
E como posso culpa-lo pela decisão que tomou quando eu teria feito o mesmo? Se tivesse a oportunidade de uma vida plena e feliz com alguém e tivesse uma psicótica alucinada enchendo essa pessoa, eu tb a descartaria.
Então comecei a considerar morrer de fome pra chamar a atenção dele. E de todo mundo q me deixou. Sim, pq morrer de fome, seria lindo, e as pessoas pensariam "se eu tivesse dado mais atenção quando ela disse..."
Mas não não acho que diriam.
E continuo pensando nisso. Que devo definhar por atenção. Então pq não convenço a mim mesma quando digo que assim ele vai me notar? Vai ter pena, mesmo que não ame nem goste, pelo menos sentir algo, qualquer coisa que não desprezo?
Talvez pq eu saiba que é a melhor opção. Passar fome parece tão perto de morrer... ficar leve como o ar, quem sabe o vento em leve.
Não, não acredito que ele vá ligar. Mas se não posso fazer ele me amar - ou sentir minha falta, ou fazer qualquer pessoa sentir minha falta, ou fazer qualquer diferença pra qualquer pessoa nessa droga de mundo (diferença de verdade, não essa baboseira de ser único como um floco de neve e blablabla), então quero sumir, desvanescer, ser levada pelo vento como uma nuvem.
Sabem? "Se não posso ser perfeita, quero ser invisível."
Eu não sei se consigo, e não acho mesmo que vá morrer. Mas quem sabe. Não acredito mesmo que alguém além de mim e talvez de vcs vá ligar se eu virar pele e osso - muito menos ele, muito menos qualquer das pessoas que cansaram de mim e todas que ainda vão cansar, pq é oq sempre acontece, mas eu preciso continuar dizendo isso a mim mesma. Repetindo "é o único jeito de alguém se importar", repetindo tanto que talvez eu acabe acreditando e se torne mais fácil. Eu só sei que é a única coisa que eu quero e espero... é a única coisa em que posso me agarrar, pra não ser forçada a assumir o vazio da minha vida e acabar com ela de maneira patética - ou me forçar a vive-la de forma patética. A Ana é minha única salvação, a única esperança de sol por trás desse céu cinzento que eu vejo. Mas preciso empurra-la pra engrenar, e meu método de empurrar é dizer a mim mesma que alguém além de mim vai se importar.
E depois que eu engrenar, sei que me ver no espelho cada vez mais magra vai fazer eu me sentir menos miserável do que agora.
Ou pelo menos, talvez eu desapareça, fique invisível, de verdade.

Esse post era pra ser curto =/
Beijos, flores

7 comentários:

Lola disse...

Queriida
Olha,meu amigo hj falou sobre isso..afastar pessoas.Mas por mais que ele acabe fazendo isso,as vezes até sabendo que é ruim,eu ainda acho ele o máximo.Não deixo ele me deixar!
Vc tb é especial.
Não se deixe levar por suas próprias definições,não se mate!
Eu gosto muito de você,mesmo sem conhecer ( e o que seria conhecer,de fato?)
Se cuida
beejOo'

V.Beauty Ѽ disse...

Oieee...
Poxa, queria poder t ajudar a ñ se sentir tão sozinha... eu tb me sinto, ñ sou o tipo de pessoa popular q tem muitos amigos, pelo contário... vejo pessoas especiais entrando e saindo da minha vida o tempo todo... mas sempre tem 1 ou outro q fica pra valer... se vc pensar bastante, reconhecerá akeles q ainda estão contigo, e ñ importa se é uma pessoa só... comece por vc! vc está sempre consigo e deve se amar muito... qd se sentir sozinha, manda um SOS no meu blog e faremos companhia uma a outra!

bjssss

Anna Mia 4ever disse...

Oi florzinha, não fica assim não!è realmente ruim que as pessoas se afastem mas nem sempre a culpa é tua e tenho certeza q vc vai melhorar!
Beijos;*

thin dream, disse...

Quando eu tinha 15 anos, tentei me matar. Tinha terminado um namoro de quase dois anos, e junto com o término meus amigos (que eram dele também) resolveram se afastar. No dia que eu voltei do hospital algumas pessoas vieram me visitar, alguns desses 'amigos'. A maioria disse que o que fiz era para me aparecer. Que se eu quisesse morrer tinha entrado na frente de um trem. Enfim, nada, ABSOLUTAMENTE por nada se vale a pena morrer. Se entregar. Ninguém merece. A gente supera. Vou torcer muito pra você. Um beijo, fique bem. E força sempre florzinha.

Butterfly Blue disse...

Calma que tudo se acerta querida....
Bjao

Roxy disse...

Amo seus post's por eles serem longos.!
*----*

Oh saudades de vir aqui.!
Princesa, desculpe-me pela ausência aqui =S
Andei ausente de td e todos U_u

De um certo modo, acho que a maioria de nós afastamos as pessoas (ou não O_o).
O que tenho certeza é que eu afasto, principalmente quando percebo que a pessoa está gstando de mim, simpatizando-se por mim. É aí que eu a afasto defnitivamente >_< Mas ao contrário de vc, eu faço isso por que quero, apesar de algumas vezes não querer e afatá-las do mesmo jeito... Enfim...
Estou te contando isso p/ que vc saiba que não é a única que afasta as pessoas, eus ei como vc se sente...

Mas devo ser honesta, não acredito que ficar sem comer chame a atenção de alguém... Talvez no começo ocorra algo do tipo, mas depois aspessoas simplesmente desistem da gente, é o que acontece...

O que quero é desejar a ti um ótimo 2011, que pelo menos neste anos algumas coisas mudem p/ melhor e vc possa ser um pouco mais feliz =)


Te adoro, princesa.
Precisando, eu estou aqui *O*



Kisses, Roxy. ♥

Lola disse...

Apesar de minha decisão de nem mesmo falar com ele,é ruim.Ele me fez pensar que eu era especial,e na verdade,ele nunca me viu dessa forma...Fazer o que.Eu sabia que nunca daria certo,nçao poderia tê-lo beijado,apesar dos intensos assédios.Mas o que está feito,está feito.Acabou.É até bom,se pensar por um lado.
Já o seu,vc chegou a esse ponto tb ?Teve algo com ele?
Ninguém merece né..parece que é de propósito só pra nos fazer de otárias.E o pior que a gente cai na deles!!!
O negócio é a gente se entregar a água mesmo né!
Temos que esquecer,desvincular desses babacas e fazer algo por nós mesmas,só assim seremos felizes.Pelo menos eu acho que é assim.
Força minha querida,vc não vai engordar 10kg.Nem eu,tenho é que eliminar 10
BeejOo'