BLOGGER TEMPLATES AND TWITTER BACKGROUNDS »

Keep Going!

quarta-feira, 10 de novembro de 2010

What a shitty day.

AVISO 1: Post com alto nível de reclamação.
AVISO 2: Flores, eu leio seus blogs, mas não posso comentar no trabalho e em casa fico com preguiça de logar no blogger. #prontofalei.

Claro que não deveria reclamar tanto tendo acordado há três horas atrás, mas isso é parte do problema.
Nos últimos dias tenho me sentido estranha. Irritada, mas mais que isso, desesperançada. Eu tenho consideração por vcs o suficiente pra ficar com dó de fazer vcs lerem tanta reclamação mas por outro lado, ngm é obrigado (lol).
Primeiro que meu notebook tá mais capenga que nunca. Eu queria levar ele na assistencia, juro que queria, mas sou perseguida pelo mesmo medo que me persegue há um ano em relação a isso: tenho medo de abrirem meu bebê e ficar pior doq tá. Tá ficando dificil pensar em situações piores, mas ainda assim, pode piorar e eu não quero arriscar. E tenho ido consultar preços e eles me dizem que tenho que deixar meu filho lá de um dia para o outro.
What? Uma noite sem meu bebê? Como assim?
Ele é capenga mas eu necessito dele.
Daí tem isso tb. Eu necessito mesmo. Eu tenho um monte de trabalhos pra fazer. Mas a verdade é que chego em casa, vejo minha minifazenda, minha Bimbo principal, minha Bimbo secundária, minha Bimbo francesa... meus sites do Reader e fim. As vezes vejo um joguinho ou outro em que tenho conta (não são poucos), e quando vou ver é meia noite, to morta de sono e nem comecei meus trabalhos. Estou sempre cansada, pq não paro de pensar noq tenho que fazer mas nunca faço, e quando estou no trabalho e acho q vou ter tempo, não tenho, pq a carga de trabalho que as vezes é quase nula anda pesada.
(E aí vcs se perguntam, tá fazendo o que postando, então, sua anta? Sei lá).
Sabe aquele dia em que as menores coisas podem te detonar? Eu tenho umas pequenas e umas grandes hoje. Eu tinha q ir pra aula de metodologia pra receber as instruções de como montar uma unidade didática e um plano de aula (embora eu não tenha entendido ainda a diferença, e por isso a professora pediu q não faltassemos) e nem tenho o tema ainda. Principalmente pq eu não sei oq posso trabalhar de gramática nos temas q pensei (já falei que sou uma negação em gramática de língua inglesa? Isso vcs podem perceber pelos meus posts). Cheguei no nível avançado muito mais no guessing e na intuição do que sabendo gramática de verdade, como a gente faz em português. Faltei a aula e por email é mais dificil pegar instruções do que ao vivo =/
Devia tb ter usado o horário vago q teria excepcionalmente hj pra pegar um comprovante pra renovar a carteirinha da biblioteca da faculdade (que eu odeio e nunca uso pq me sinto mal lá dentro e o tiozinho do balcão é mal-educado) pra pegar um livro pra um trabalho que tenho que apresentar semana que vem (que obviamente, não está pronto). Em seguida eu teria a aula desse trabalho q eu falei, e o único motivo de precisar estar nela é meu possivel excesso de faltas. Ah, e falar com alguém q tivesse ido na aula de metodologia, oq eu tb tava com vergonha de fazer (a não ser que fosse a B. , que sempre parece tão perdida quanto eu... ou não, mas pelo menos não me sinto tão inferior como quando falo com a J., que já morou no canadá e nem parece brasileira).
Mas o fato é que acordei as 07hs, oq significa q já estava atrasada, tomei café e cai na cama de novo. Uma parte do meu cérebro gritava "RESPONSABILIDADES!" mas eu tava com sono demais pra ouvir. Acordei as 10:20 de um salto, com aquele aperto de culpa na boca do estomago q já conheço bem, não dava tempo nem de ir só na biblioteca.
Daí fui lá, almocei, percebi o quando meu cabelo está armado (culpa desses dias de chuva) e o quanto minha pele parece irrecuperável (eu que me gabava da pele lisinha quando era adolescente). Eu devo ter um retardamento homonal mesmo.
E saí nesse dia chuvoso, feio, com ar de depressão. Me pesei e pela primeira vez em dias algo abalou minha beatitude total em relação a comida.
A balança marcou 60kg.
Tá que foi por um segundo antes de voltar aos 59,9 (grandes merdas) e que eu estou com blusa de moletom e tênis, pesos que eu sempre desconto. Foda-se, marcou 60, morri. E não consigo mais pensar nas fantásticas dietas que pretendo fazer pq já sei que não faço. Dia desses eu tava meio tonta de fome por causa do calor (talvez não fosse fome, talvez fosse só o calor) e estava com aquela sensação gostosa que só quem vive (ou já viveu) morrendo de fome conhece - uma zonzeira boa de quem está se sentindo limpa e leve. E ainda assim, fui comer, pq "se estou me sentindo assim devo comer". Percebi que infelizmente - pro meu horror - estou ficando igual todo mundo, ao resto das pessoas comuns, as quais eu julgava que só sabiam comer, que eu sempre pensei saber mais que elas, ser superior pq a comida estava se tornando secundária, ou mesmo presente pela ausência. Eu me sentia poderosa, mas não exatamente por não comer - pela sensação de que estava fazendo algo único, que sabia mais que a maioria das pessoas. O que fazia a maioria das pessoas correr pra rosquinha mais próxima me fazia sentar e admirar minha própria força.
Claro que agora eu corro pra rosquinha mais próxima.
Eu devia estar me descabelando por esse peso medonho, mas estou pensando que estou com fome. Vejam, não pretendo ceder ao meu peso (vcs não vão ver um blog sobre emagrecimento virar o blog da engorda) mas honestamente, estou cansada demais pra pensar tanto quanto deveria no assunto.
E de resto, chuva, calor, prazo cada vez menor e certeza cada vez maior de me ferrar.
Pelo menos depois do dia 20 de dezembro to livre. Cara, olha o que me faz ter esperança, mais de um mês. Claro que to contando aí a matéria que, com sorte, eu vou pra final. Então tirando esse "probleminha", depois do dia 04 to livre (e rezem pra que eu passe direto nas outras matérias! Rezem por mim! Não que eu mesma tenha alguma religiosidade sobrando).
Ok, chega de falar besteira. Depois, mais tarde, eu tomo vergonha na cara e insiro uma imagem de thinspo aqui.
Beijos no coração.

2 comentários:

LOVE disse...

Tomara que vc passe e fique livre logo!!!! Vou torcer por ti!!! E deixa a preguiça um pouco de lado e comenta no blog da gente uai.rsrsrs e nem fica com tanta neura assim com a balança não... se eu estivesse marcando 60k tava feliz da vida!!! beijos

Squi AnaMia disse...

Olá querida :D estou seguindo teu blog, rs.

Beijinhos!