BLOGGER TEMPLATES AND TWITTER BACKGROUNDS »

Keep Going!

terça-feira, 13 de abril de 2010

Again anda again and again...


"I don't mind making jokes, but I don't want to look like one. "
(Marilyn Monroe)

Oi, pessoinhas! #CadyKilefeelings
Não se enganem pelo tom animado - o escurecimento do layout deve demonstrar mais.
Eu postei rapidamente no outro dia pq estava com enjoo. Pois bem. Acordei naquela madrugada vomitando (involuntariamente), com dor de barriga e de cabeça. Quase 20hs sem comer pq nem água nem soro caseiro paravam no estômago. A médica, japonesa, graças a deus (admitam: quando vc chega na clinica e vê q é uma japonesa, vc pensa "graças!!!") ficou cismada e me perguntou algumas vezes se eu não tinha mais nada pra contar, nenhum problema cronico... (oq, eu? Nada. Exceto o fato de estar esperando o dia do meu intestino entrar em colapso, e daí, sim, admitir que tomo laxante como se fosse água. Não, não contei) e me deu 2 dias de atestado.
Chegando em casa, comi umas colheres de "sopa de doente" que minha mãe fez (macarrão com batatas e um pedaço de caldo de galinha. Uma das comidas q mais gosto no mundo). Não aguentei comer.
Hoje, eu devia ter ficado descansando, comendo devagarinho e tals.
Rá.
Fui pra uma aula na faculdade (na qual tenho faltas demais), devolver uns dvds numa locadora lá perto e voltei pra casa. Estou na cama desde as 11, de novo. Comi tudo que restou da sopa de ontem, não era pouca coisa. Comi metade de um pacote de wafer - e há algo sobre esse wafer, essa marca, esse saber - era algo q eu comia sempre quando pesava menos de 50kg, e durava pelo menos 2 dias, o pacote, pq eu contava quantos wafers comia, dividia o numero de calorias e, considerando q estava em LF constante, era o maior prazer gustativo que eu tinha.
Ainda me sentia cheia a noite, mas minha mãe fez panquecas. Pedi a ela uma massa sem recheio, só pra matar a vontade, mas acabei comendo a massa E duas panquecas. Forcei-as pra dentro como se fosse um dever. Sentia gosto de papel. Mas comi-as, e quando terminei a segunda havia uma terceira no prato - mas tive de admitir que devia parar, pois além de não ter fome, se continuasse a comer, iria vomitar, fato.
Que merda foi aquela, afinal?
Desde que fiz as pazes com ele percebi uma coisa terrivel - que talvez já soubesse, mas não quisesse admitir. Eu me agarrava na dor pra não encarar o vazio. Era imensuravelmente mais fácil dizer q minha infelicidade se devia unicamente ao fato de ele não me amar e não falar comigo sobre nossa "discussão" ou sobre nada. Ele falou. E ele não me amar, eu sempre pude lidar com isso, na verdade. Ah, amo sim. É triste, mas não é o fim do mundo.
So what the hell is holding me back???
Oh, yeah, myself.
Não miei, não tomei laxante nem me cortei. Tb não fui fazer exercícios. Tenho que aceitar a consequencia dos meus atos - eu comi, o terrivel ato de alimentação que meu corpo e minha mente rejeitam. Então agora eu tenho q fazer diferente.
Eu vou fazer diferente.
Eu comi bem menos chocolate depois daquele ovo maldito, não comi? Meio ovo ao longo de duas semanas (um alpino que ganhei da minha chefe =/) pela primeira vez em 22 anos há chocolate da páscoa nos armários exatos dez dias após a páscoa e eu não sinto a minima necessidade de acabar com ele. O pensamento me deixa um tanto nauseada.
Eu tenho a impressão que ele lê o blog sim, e desconfia que é meu. Não foi nada específico que tenha dito, foram... maneiras de falar e frases soltas. Imediatamente me preocupei que tivesse dito algo ruim sobre ele, mas afinal, cansei de explicar a ele que acreditasse em mim. Cansei de pedir que entendesse que não o odeio (nem a esposa, na qual tento não pensar), mas afinal, acho que ele é adulto e maduro o suficiente pra saber que seria infinitamente mais fácil pra mim odiar do que amar - odiar, culpar, e por fim, desprezar, então eu estaria totalmente livre, afinal...
But love is my cage and so is my body.
Então, se eu pusse ao menos racionalizar... é o que, aliás, estou tentando fazer. Nada na minha vida está sob controle. Sou controlada pela minha familia, tenho que cuidar de todos e de mim por último. Meu melhor amigo aqui, sei que me ama e me adora, mas se eu falho, é o primeiro a apontar. Aquele que eu passei os ultimos 3 anos amando desesperadamente nem dá mais conta de tocar em qualquer assunto comigo, quanto mais esse. ("Só quem liga pra essas coisas são vcs", mas a vossa dignissima, quem diria, é bem mais magra que eu, proporcionalmente falando....)
Eu vejo os olhares das pessoas. Não sou neurótica, tampouco burra. Eu vejo a decepção nas "brincadeirinhas", sei q as pessoas veem que eu, que odiava fast food, tenho necessidade dele agora. Ngm é cego o suficiente pra não ter reparado que SIM, EU ESTOU GORDA, IMENSA, UMA BALEIA, e estou cansada desse monte de gente mentirosa que diz que estou melhor assim e que aparência não importa. Jura? Então pq aquelas gurias de IMC 16 estão ganhando milhões pelo mundo afora e eu não? C'mon, Im not stupid. É fácil julgar e dizer que sou neurótica, bem mais fácil do que admitir que beleza interior é conversa de gente feia, mas na hora de fazer piadinhas de "onde vc gastou tanto dinheiro, no subway?" ngm pensa duas vezes. Na hora de esfregar na minha cara "vc vai comer mais um??" ngm pensa duas vezes. Ngm diz "vc está gorda", mas riem da minha cara quando eu digo que voltarei a vestir 34.
Pois bem.
Estive lendo blogs bem antigos - as q tem blog há pouco tempo não sabem como era diferente antes, mas isso é assunto pra outro post, quando eu estiver melhor na ana.

Oq eu preciso? Isso eu peço a vcs: Apoio. Força. Parece egoísta, eu sei, mas preciso dos comentários e dos recados, e de tudo o mais. Preciso saber que alguém no mundo acredita em mim, além de mim mesma, senão vou ficar eternamente deprimida, nessa cama, desejando afogar minhas magoas num sanduíche de almondega. Com apoio, eu sei que posso ser magra de novo.

I WANNA BE THIN... and I will."One day when I am thin enough
I'll go outside
fluttering my hands so I can fly
and I will be so slight that I will pass through all of you
silently
like wind. "


Beijos and Be Strong =*


(Nota: Marilyn Monroe, considerada uma das mulheres mais sexies do mundo, era cheinha. Mas assim como a gente, sentia um desespero ao buscar a felicidade, que parecia sempre fora do seu alcance.)

9 comentários:

Dani disse...

Oi Lindaaaaa!!!
Obrigada pelo recadinho no meu blog...
Emagrecer é uma coisa "fácil" em vista do que tenho visto nos hospitais onde faço estagio... Acho que as vezes, agente acaba reclamando demais né?
Obrigada pelo carinho, seguirei vc viu?
Beijo enormeeeeeeeeee
Se cuidaaaaaaaaaa

Orquidea disse...

oh amor que má fase...se calhar devias ter contado a verdade à medica para que ela te pudesse ajudar realmente..os laxantes em excesso tem consequencias terriveis...
bjao e espero q ultrapasses isto rapidamente

Roxy disse...

Ah amor.!
Não é egoísmo algum da sua parte pedir força e apoio.
Aliás, acho que todasestão aqui p/ isso: apoiar umas as outras nas horas de dificuldades...


Eu te adoro, e isso é fato. Acredito em você, e quando digo isso, não é da boca pra fora... É por que REALMENTE acredito.


Estou aqui para o que vc precisar, ok.?

CUIDE-SE E MELHORE \o/





Kisses, Roxy. ♥

Yara disse...

ah gata, aff que terror!


eu me surpreendi coma sua decisão de aguentar as consequências... taí uma força q invejei demais em vc. Realmente o melhor que vc faz é isso mesmo, pq enquanto acharmos que é só vomitar depois jamais nos controlaremos pra que as compulsões não aconteçam.

Sabe que tem um biscoito que, de tanto que eu comprava e vomitava depois de comer, eu sinto nojo e ojeriza só de ver o pacote no mercado... um tal Grisbi de chocolate branco... da Parmalat. CREDO. Juro que não como um desses a anos, uns 4 anos. Quem me dera tivesse acontecido com tudo que eu vomitava... nhaaa

é isso, vomitar n adianta mesmo... tampouco laxar. O negócio e ser adulta, como vc, e assumir as consequ~encias!


Sobre o bofe, eu nem comento pq n estou totalmente inteirada sobre o assunto.

Beijão gata
FORÇA E CONTROLE

Yara disse...

sobre meu irmão...
eu fico meio em cima do muro sabe?
sei que ela n me faz bem, mas até que pontoi seria certo eu deixá-lo aqui sozinho c ela?
apesar disso eu tbm fico de mãos atadas... só assistindo e sofrendo c tudo isso junto.
nem gosto mto de ficar pensando q dá vontade de me jogar da janela.
beijão

Black Cat disse...

Poxa, tensa a situação...

Quando você diz "blogs antigos", quer dizer de quanto tempo? Eu escrevi sobre isso justamente hoje... Que começei com essa porra no início de 2007... Na época em que a gente falava "Posso te linkar?" ao invés de "Estou te seguindo, agora." .-.

De uma certa forma, eu achei que por ser "veterana" eu ía me sentir orgulhosa por ser realmente doente e não dessas garotinhas que fazem um blog que dura um mês só porque estão influenciadas com a novela da Globo .-. Que coisa estúpida, se sentir orgulhosa por ser doente, e estar há 4 anos andando em círculos... Eu sou mesmo ridícula...

Bem, espero que tu melhore, beijos, força! ♥

Lady Psychosis disse...

Pois... eu ACREDITO em você!
Já foi magra! Já conseguiu mais de uma vez! Por que não iria conseguir de novo, não é?!

E pra quem dá risada e não acredita - cada um deles que tome nos seus respectivos...
rsrsrs Deixa pra lá!

Esse mundinho é muito hipócrita. Eu não consigo entender!
Por que eu fico feia se estiver com o peso abaixo do normal?!
E por que, as modelos, que são MUITO mais magras e altas do que eu... são consideradas lindas?!

Que saudades daquela época dos blogs antigos. Sinto falta de tanta gente. Mas, por um lado, penso... "espero que elas estejam melhor do que eu agora". Ás vezes dá uma agonia, porque elas pararam de postar sem despedidas e nada. Aí, não posso evitar de pensar que o pior pode ter acontecido =/
Enfim... hoje não é mais a mesma coisa.

Melhoras pra vc, querida!
Obrigada pela força!
Beijinhos! Cuide-se.

Love disse...

Oi amore... bem... quando meu blog fica negro é por que o bicho esta pegando comigo.rs Pelo que vi acho q esta deprimida... Sei que é facil dizer para não ficar assim... e sei que é dificil não ficar assim... então amore eu digo que vc pode contar comigo!!!

Se eu não tivesse tanto medo de morrer acho q eu voltaria a fazer as loucuras q fazia e emagrecia logo estes 10 k que me atormentam. Mas sinto que meu corpo não suportaria mais tantas loucuras. Espero q vc tenha consciência do que seu corpo suporta para q não acabe com sua vida (saúde) eu acredito que vc voltara a ser como era sim!! Conte comigo viu amore!!!
-------------
Sobre o chefe ele é branco sim. Mas na real eu nem ligo se ele é preconceituoso ou não. Afinal estou lá para trabalhar e não para fazer amizade.

beijos e obrigada pela força.

Lola disse...

amoraa !!!
olhaa,tome cuidadoo
beba água e não laxante !!!/eu sei q é difícil amor,é um vício,mas não há outra coisa q eu possa falar
Vc é especial,eu acredito em vc,mas acredite em vc também e então chegaremos onde queremos rapidinho..ou não..mas pelo menos chegaremos
BeejoOo ♥