BLOGGER TEMPLATES AND TWITTER BACKGROUNDS »

Keep Going!

sábado, 6 de fevereiro de 2010

I'll be perfect

Semana passada fui buscar a recisão e uma coisa estranha aconteceu. 90% dos funcionários, num segundo, estavam ali, me cumprimentando, me abraçando, querendo saber como eu estava. Foi weird, mas me senti querida. Será que eu nunca dei valor, nunca prestei atenção mas eu era realmente querida naquele ambiente?
É novidade pra mim ser querida em algum ambiente - principalmente um onde a maioria das pessoas já presenciou meus ataques de nervos. Eu acho até que as pessoas suspeitavam da bulimia - todo mundo sempre comentava o quanto eu comia subway e como eu vivia daquele jeito...
Nos últimos dias, as poucas pessoas que tinham paciência parecem estar se esgotando. Parece que pra viver em sociedade, o negócio é assim - eu tenho que ser normal, namorar, fazer sexo pra ter assunto com as pessoas. Toda vida que encontro meus "amigos" (e a respeito dessas pessoas, nunca pensei que usaria aspas), sempre surge o assunto de como eu sou uma aberração por não ter vida amorosa ou sexual. E sempre, com alguns deles, há tb o assunto de como eu sou uma aberração por continuar amando um cara que só conheço virtualmente e que nem fala comigo.
Aí eu resolvi começar a fingir. Não é culpa deles que eu me ofenda tão facil. Eles falam as coisas em tom de brincadeira, esperando que eu ria tb, mas eu não consigo pq me sinto muito recalcada.
Eu digo que me diverti e que estou feliz, eles ficam felizes e param de focar na comicidade da minha desgraça. Finito.
Claro que tem o discurso " mas vc tem que estar feliz, não a gente", e eu finjo mais um pouco e pronto.
A verdade é que me sinto um lixo como não me sentia a muito tempo. Não há solução ou resposta, só quero que as pessoas parem de pegar no meu pé. Eu amo elas demais pra decepciona-las, e é só o que tenho feito, sempre estrago tudo.
Vou ficar por aqui, sei que nada faz muito sentido, só queria desabafar.
Bjs

5 comentários:

Butterfly Blue disse...

Oláááá, é bom qnd a gente se sente querida, principalmente qnd nao esperamos por isso.
E nao se chateie com seus amigos, essas pessoas nunca pegam no nosso pe por mal, acho q elas nem sabem q magoam a gente....
beijos querida e bom fim de semana

annamolly . ® disse...

você não estraga tudo, quem estraga tudo são "eles" os seus denominados "amigos", eles que devem te aceitar e te amar do jeito que vo^cé realmente e não podem te julgar ou te zombar por certas coisas .. corte essas atitudes, as vzes eles nem percebem o quanto te magoam.

forçinha.

xx.

linkado vc :D

Safire Williams disse...

Querida, muitas vezes senti a mesma coisa que você descreveu. Trabalhei no mesmo local durante 12 anos. Vivi uma relacao de amor e ódio lá. As pessoas me enchiam o saco dizendo que eu estava magra demais com 46 quilos e quando eu estava com 54 me chamavam de gordinha. Quando eu estava de maquiagem falavam que minha cara estava cheia de maquiagem, quando estava com pouca falavam que eu precisava passar ''um batonzinho''... Implicavam com tudo o que eu fazia. Quando eu vim pra cá fiquei mais de dois anos sem ir ao Brasil e visitá-los. Ao chegar lá, todos vieram me abracar e falaram que sentiam minha falta... Você pode ter certeza de que muitas vezes estas coisas que as pessoas fazem, essa perseguicão toda tem um pouco de bondade no fundo. As pessoas são cruéis, mas muitas vezes nós ficamos com o pé atrás...Anyway, passei só pra deixar este recadinho.

Orquidea disse...

oi nina, acabo de criar o meu blog e gostava de colocar la o teu link... se puderes passa por la para me dar uma forcinha..bj

Cristal* disse...

Linda como eu te entendo, gostava de te poder ajudar mais, de te apoiar mais, mas bem sabes que não és tão má pessoa. Por vezes temos que nos abrir e arriscar algo para vivermos em sociedade com isso digo abre-te com quem te sintas bem, e se for amigo próximo arrisca ainda mais, não tens muito que perder.
baci*